O Capitulo perdido (historia da minha tropa)

Seção destinada à postagem de estórias criadas pelos usuários ambientadas em qualquer dos universos ficcionais da GW.

O Capitulo perdido (historia da minha tropa)

Postby Pulverizador » 13 Mar 2011, 04:45

Bom pessoal, eu não sei onde postar então eu postei aqui, qualquer coisa mudem pra parte correta do forum.
Podem comentar a vontade, criticar, xingar, e principalmente me responder se eu tenho que nesse caso usar o codex dos Marinas do Caos ou posso usar o do Marinas mesmo(é claro tirando a parte dos demonios nesse caso)


O Capitulo Perdido

"Não!!!", Essa foi a resposta que eu ouvi quando pedi uma audiencia com o imperador. Eles nem mesmo se comunicaram pra me dar a resposta.
Parece heresia, mas após não recebermos nenhuma ajuda contra os Caoticos Marinas que atacaram o primeiro de 2 planetas que meu capitulo protegia eu tive que por as cartas na mesa. Agora eu sei.
Duas semanas terrestres depois, meu grupo foi emboscado pelos Marinas do Caos, eu até então rebaixado a tenente estava com o meu capitulo sendo vistoriados de perto pelo inquisitor Rhamek que estava na verdade nos vigiando pra saber se eramos dignos de continuar sendo chamados de Marinas ou seriamos considerados traidores mesmo.
Todos que estavam comigo pensavamos a mesma coisa, tem algo errado com o Imperio ou melhor com o imperador deus, se é que ele realmente é um deus. Nesse momento fomos atacados por um grupo de Demonios do Khorne, a batalha foi dificil mas no final vencemos, mas no meio da confusão Rhamek foi mortalmente ferido, meu pelotão quis ajudar ele mas extremamente ferido ele pediu pra que acabassem com sua dor, era tudo o que nós queriamos. Foi ai que a merda aconteceu...
Mirei meu bolter na cabeça dele e disse:
- Vá pra junto do seu deus imbecil!
E apertei o gatilho. Agora eu vejo que deveria ter escolhido melhor minhas palavras... na mesma hora um grande grupo de marinas do caos acompanhados de um Principe Demonio apareceu, eles ouviram minhas palavras e entenderam que nós tinhamos nos voltado contra o imperio, nós até pensamos em aproveitar que eles tinham baixado a guarda pra dar cabo deles, mas ai ouvi uma voz alta "Traidores!!!"
Era um segundo inquisitor que nos acompanhavam escondido, e que pra variar tambem entendeu errado o que eu disse. Não deu pra pensar direito apenas gritei, no impulso, - Matem ele!
meus homens e os Marinas do Caos o perseguimos até chegar no nosso grupo avançado e lá o abatemos, infelizmente não antes dele ter conseguido mandar a noticia pros demais Inquisitores do Imperio. Meus homens entenderam o que ocorreu e como eles tambem estavam em duvida quanto ao imperio, não questionaram. Foi assim que nós e nosso planeta fomos englobados pelos Marinas do Caos.
Em parte isso foi bom por dois motivos, primeiro evitamos que o planeta fosse totalmente destruido e segundo, descobrimos que o deus Imperador pode realmente ser uma fraude, saber os dois lados da historia as vezes é util, a noticia ruim é que agora viramos inimigos pros imperiais e todos os demais capitulos de marinas, alem da Guarda Imperial e Caçadores de Bruxas nos chamam de traidores, hereges, escoria... Apagamos os simbolos dos marinas, nossa armadura foi re-pintada de Roxo e dourado pelos Marinas do Caos, mudamos nossa marca pra uma mancha vermelha nos ombros, mas mesmo assim não aceitamos facil demonios (na verdade só o usamos uma unica vez)nas nossas fileiras e não usamos os adornos caoticos, afinal continuamos sendo marinas, lutamos como marinas mesmo estando do lado errado do tabuleiro(ou será que é o certo?)
A parte dificil é quando invadimos um planeta vizinho ao nosso, ocupado por varias tropas de marinas que se reuniam pra tentar recuperar os planetas perdidos, ironico, quando precisamos de reforços ninguem veio nos socorrer, agora aparece mais de 3 tropas diferentes pra retomar as coisas, não sei se foi por raiva disso ou se foi por ser chamados de traidores por nossos ex-amigos, mas com a ajuda dos demais marinas do caos de de um exercito de demonios reduzimos o planeta a cinzas, ate mesmo os Tyranideos vão ter problemas em encontrar algo pra comer la.
Agora sou o lider de uma tropa de 12000 homens, alguns demonios e varios veiculos marinas que ficaram no nosso planeta, estou tentando saber a verdade das coisas, mas uma coisa é certa, tem algo errado com o imperio, com o imperador e principalmente com o comando do imperio.
Meu nome não importa mais, a pessoa que eu era morreu no dia que foi traido pelos imperiais, podem me chamar de Pulverizador, lider dos ex marinas capitulo XXXVII, somos os chamados "Capitulo Perdido".

-Vamos descobrir a verdade sobre o imperador, e se ele for realmente uma farsa, o mataremos, mas a mesma duvida não se aplica as Caçadoras de Bruxas com seus inquisitores corruptos e arrogantes, eles serão caçados e exterminados sem clemencia, vou adorar isso.

CAPITULO II: SENTE-SE E ASSISTA, O MASSACRE TYRANIDO

A vida é irônica, se fosse a 3 anos eu estaria com minha espada serra e meu bolter atirando sem parar numa oportunidade única de matar um lorde demonio, enquanto gritaria freneticamente pelo nome do Imperador tentando proteger um planeta guardado por Caçadores de Bruxas que por sua vez tentam proteger seu precioso tesouro. Ao invés disso eu estou na minha nave comendo e bebendo com khorne que foi conjurado pra me ajudar nessa missão, segundo os outros lordes do caos, como se eu não soubesse que na verdade ele está aqui pra me vigiar, enquanto assistimos o planeta cheio de Inquisitores e Caça Bruxas que nós pretendemos atacar sendo invadido por uma frota de Tyranidos. Ai ai... se essas criaturas não fossem do tipo que ataca tudo e todos que se movam eu com certeza me juntaria a eles pra acabar com esses trambiqueiros farsistas imperiais, mas tudo bem, os dois lados estão muito debilitados pela batalha, assim que um lado perder nos entramos pra dar cabo dos que sobrarem.
A luta acaba cerca de 15 horas Terrestres depois, os Tyranidos foram repelidos, mas o que sobrou pra traz nem vale o esforço de usar todas as tropas, por isso fizemos um ataque rapido, pegamos o que queriamos, voltamos pras naves e depois bombardeamos o que sobrou do planeta, pouco depois disso a tropa tyranidea voltou a atacar o planeta com ainda mais força. É como eu sempre digo, “pra que lutar quando podemos deixar os outros fazerem o trabalho sujo pra você?”, Não sei o por que mas Khorne pareceu extremamente feliz com o meu comentário, já os dois prisioneiros que trouxemos pra um “divertido interrogatorio” não pareceram aprovar nem um pouco... Como se alguém ligasse pra opinião deles ne?
Infelizmente depois do interrogatorio, não descobrimos muita coisa sobre as defesas da segunda base a 5 dias de distancia daquele planeta, mas como eu havia prometido que os libertaria após o interrogatorio e como eu sou um homem de palavra, eu os enviei pro planeta que eles vieram usando um modulo de fuga da nave.
O próximo alvo é mais complicado, uma pequena lua circulando um planeta mais ou menos do tamanho da Terra, o problema? Esse planeta fica a poucas horas luz de distancia de Macragge...


CAPITULO III O INIMIGO DO MEU INIMIGO... AINDA É MEU INIMIGO.

-Estamos prontos pra atacar Calene, uma lua pequena que orbita um planeta chamado vergin, a lua em si é um posto avançado protegido por alguns Ultramarines, e é esse o nosso problema, por que tinha que ser Ultramarines, por que não podia ser um grupo mais facil como os Blood Angels ou um grupo da Guarda Imperial? Mais não, tinha que ser logo os Ultramarines... Mas fazer o que? A noticia boa é que essa é a primeira missão que eu vou fazer sem ser vigiado de perto por demonios, a luta será Marinas Vs Marinas, vamos tomar a lua rapidamente e uma legião grande de Marinas do Caos e Demonios Vão tratar de assumir posição permanente aqui.
O ataque foi rapido e brutal, enquanto as comunicações foram cortadas, meu batalhão travava uma sangrenta batalha com os Ultramarines, mas quando a batalha parece ganha, um grupo de tyranideos, surgem pra encrencar as coisas.
Uma situação dessas, não temos muita escolha, tivemos que nos aliar aos inuteis Ultramarines restante pra tentarmos rechaçar a ameaça, em partes parecia uma vez quando os Ultramarines vieram ao nosso socorro, num ataque a Sigma 3, contra os Necrons, agora as coisas se enverteram, a ameaça é outra, e embora lutemos juntos, somos inimigos e eu sei que quando tudo acabar, nossa batalha vai continuar.
A noticia boa é que os Ultramarines acabaram todos mortos, a parte ruim é que ainda falta uns Tyranideos pra matarmos, e entre eles um monstruoso Mawloc, não tivemos muita escolha a não ser recuarmos pra dentro da base semi destruida e pedir reforços, que por sorte chegaram bem a tempo, pois eu quase ia virando lanchinho de uma criatura cuja aparencia só não é pior do que o destino dos infelizes que ela engole vivos. A batalha demorou mais de 4 horas, mas conseguimos vencer, logo em seguida chegou o grupo de ocupação, enquanto isso, eu e meu grupo nos retiramos pra ir em uma nova missão, descobrir o por que não fomos avisados que os Tyranideos nos estavam seguindo. Mas primeiro vou atender um chamado, falaram que é prioritario.




Podem comentar a vontade :twisted:
Lembrando que essa é a historia que eu inventei pra dar vida aos meus marinas que vem em tudo o que é starter.
Last edited by Pulverizador on 19 Mar 2011, 02:19, edited 1 time in total.
Pulverizador
Trooper
 
Posts: 42
Joined: 07 Sep 2009, 07:11
Location: São Bernardo do Campo-SP

Re: O Capitulo perdido (historia da minha tropa)

Postby Ellendill » 13 Mar 2011, 14:03

Bem primeiramente legal e iniciativa do chapter, depois posta a imagem da insignia e a pintura da mini

Posso estar errado, mas anteriormente estive lendo um wiki de WH40K e parace que todo o adeptus astartes (Space Marines) sabe que o imperador não é um deus e sim um psionico de extremo valor que é respeitado pelos seus feitos e etc...
Não sei se isso mudaria seu background mas da uma confirmada na informação
Image
User avatar
Ellendill
Sergeant
 
Posts: 748
Joined: 27 Dec 2010, 20:58
Location: São Paulo - Capital

Re: O Capitulo perdido (historia da minha tropa)

Postby Clayton2009 » 13 Mar 2011, 16:35

Ellendill wrote:Bem primeiramente legal e iniciativa do chapter, depois posta a imagem da insignia e a pintura da mini

Posso estar errado, mas anteriormente estive lendo um wiki de WH40K e parace que todo o adeptus astartes (Space Marines) sabe que o imperador não é um deus e sim um psionico de extremo valor que é respeitado pelos seus feitos e etc...
Não sei se isso mudaria seu background mas da uma confirmada na informação


Mas o grande barato desse post é que realmente esse Chapter tá começando a ver o Império como uma coisa doentia, um culto exacerbado ao Imperador. Vou acompnhar essa história! :D
"A foe without honour, is a foe already beaten"
User avatar
Clayton2009
Noviate
 
Posts: 77
Joined: 13 Aug 2009, 19:52
Location: Brasília - DF

Re: O Capitulo perdido (historia da minha tropa)

Postby Pulverizador » 19 Mar 2011, 02:21

Continuando a historia da tropa, conforme eu for criando, eu vou postando.
Pulverizador
Trooper
 
Posts: 42
Joined: 07 Sep 2009, 07:11
Location: São Bernardo do Campo-SP


Return to Fluffódromo!

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron