Assassinato

Espaço para relatórios de suas batalhas.

Assassinato

Postby Antonio » 22 Dec 2015, 16:52

Assassinato

Com passos firmes, Kazhuz do Machado Sangrento se aproximou das portas duplas adornadas com o símbolo de Khorne. Sem um momento de pausa, ele empurrou a porta e entrou.
Diante dele, com a silhueta recortada pelo cenário de pesadelo do Empíreo que podia ser visto pela grande janela do observatório da nave, estava seu mestre: Lorde Lithronax, o Rei do Sangue, em sua armadura marcada por incontáveis batalhas a serviço do deus da carnificina. Kazhuz imediatamente baixou sobre um joelho, curvando a cabeça diante do eleito de Khorne.
“Erga-se Kazhuz”, a voz de Lithronax soou como um sino de bronze, ”tenho uma missão feita sob medida para você”.
Levantando-se, Khazuz permaneceu em silêncio, aguardando o resto, que não se fez esperar.
“Como deve saber, Irkut não voltou de sua missão nem mandou qualquer notícia, portanto deve estar morto e o bunker continua de pé. Espiões da Legião Alpha informaram que os odiosos lacaios do Falso Imperador enviaram uma equipe de especialistas para entrar nele e descobrir o que está guardado lá. Um desses especialistas é um criptógrafo da abominável Inquisição. No momento esse dejeto está na superfície dessa esfera de poeira, esperando um transporte para levá-lo ao bunker. Você deve levar seu esquadrão até lá e fazer dele uma oferenda ao Trono de Crânios”.
“Será feito meu senhor...” a voz de Kazhuz falseou.
“Algum problema Kazhuz?”
“Só uma pergunta meu senhor: por que meu esquadrão inteiro? Um único World Eater é mais do que suficiente para eliminar o alvo e qualquer escolta de guardas imperiais que o acompanhe”.
“Eu estava guardando o melhor para o final, Kazhuz” sorriu Lorde Lithronax, “ele não está escoltado por simples mortais, mas sim por Marines Imperiais”.
“Ahhh, uma luta muito melhor e uma oferenda mais agradável a Khorne, obrigado por ter me escolhido, poderoso Lithronax. Não o decepcionarei!”
“Sei disso Kazhuz, reúna seu esquadrão e vá, Khorne tem sede de sangue”.
Saudando mais uma vez seu mestre, Kazhuz se virou e saiu da câmara, seu corpo tremendo com mal controlada antecipação. Marines imperiais! Uma luta digna dos poderosos World Eaters! Kazhuz apressou o passo.

Essa escaramuça é a segunda missão do módulo básico de Kill-Team da 4ª Edição: Assassinato. É um cenário bem simples, os Khornates têm de matar o operativo da Inquisição. Os Marines Imperiais devem impedir isso a todo custo. É matar ou morrer.
Como a mesa que usamos não atendia ao padrão de 1,20m X 1,20m tivemos de fazer adaptações, assim o jogo foi disputado no sentido do comprimento, com os World Eaters entrando por uma das bordas curtas e seu alvo posicionado perto da borda oposta e, entre eles, 5 esquadrões de 3 Marines. Sem mais delongas, vamos à escaramuça:

O esquadrão de Kazhuz do Machado Sangrento se aproximava de seu objetivo quando subitamente seu caminho foi barrado por três marines do 5º esquadrão. A prudência exigia que estes fossem despachados rapidamente e sem estardalhaço para que os devotos de Khorne pudessem continuar avançando insuspeitos. Porém prudência e World Eaters não fazem sentido na mesma frase e Kazhuz, mandando a prudência às favas ordenou que seus homens abrissem fogo. Os Marines do Dies Irae não se fizeram de rogados e também dispararam e, no tiroteio que se seguiu, um dos khornates tombou morto enquanto os disparos de seus irmãos ricocheteavam inofensivos nas sólidas armaduras verdes dos imperiais. O som dos disparos atraiu mais três esquadrões de Marines para o local.
Os marines traidores se viram subitamente em meio a um mortal fogo cruzado, perdendo dois dos seus, partiram para o corpo a corpo, trucidando dois marines do 5º esquadrão e forçando o sobrevivente a recuar. Porém quando se dispunham a persegui-lo se tornaram vítimas de uma carga dos marines do 2º, 3º e 4º esquadrões. O 1º esquadrão, que se encontrava mais distante, manobrou para se posicionar de forma que pudesse interceptar os seguidores dos Poderes Ruinosos, caso estes se desvencilhassem do combate.
Corpo a corpo! Não há forma de combate mais agradável para os seguidores do deus do sangue e da carnificina e eles demonstraram sua eficiência: apenas 5 marines do Dies Irae permaneceram engajados no corpo a corpo, tendo os outros quatro perecido ante os golpes implacáveis dos World Eaters. Os cinco tornam-se seis quando, de súbito, o único sobrevivente do 5º esquadrão se lança ao combate, apenas para tombar morto em seguida. Mas, se os marines de Khorne são hábeis no corpo a corpo, o mesmo se pode dizer dos Astartes imperiais e o Dies Irae não é exceção, como dois de seus inimigos puderam comprovar, mordendo o pó.
Os Marines do 1º esquadrão não ousam atirar, pois poderiam acertar um de seus irmãos e assistem a um confronto extremamente violento. Restam de pé apenas Kazhuz do Machado Sangrento e o irmão Urre, do 4º esquadrão. O machado de Kazhuz descreve arcos brilhantes em busca de seu alvo, mas Urre mostra-se um oponente apto, esquivando-se com agilidade procurando uma brecha nas defesas do Campeão. O momento chega quando este, num paroxismo de fúria ergue seu machado para um golpe devastador, na fração de segundo antes do golpe, Urre avança e enfia-lhe a faca até o cérebro. Kazhuz tomba morto e Urre é aplaudido por seus irmãos. O dia está vencido e o campo pertence ao Imperador através de seus devotados Marines.

Yavo Xanthoz, criptógrafo e interrogador em treinamento da Ordo Hereticus para por um momento de tentar contatar um transporte.
Voltando-se para onde os Astartes estavam enfrentando um ataque, ele percebe que o combate acabou e os hereges estão mortos. Aliviado, ele volta sua atenção para o transmissor.
Muitos irmãos tombaram hoje, mas seu dever foi cumprido e os sobreviventes juram vinga-los na primeira oportunidade. O Imperador foi servido.


Na ponte de comando do Eterno Massacre, Lithronax, o Rei do Sangue está absorto planejando uma nova fase da ofensiva quando seus pensamentos são interrompidos por um World Eater, Lihac, veterano da Guerra Eterna. “Lorde Lithronax, acabamos de receber informação sobre a missão de Kazhuz”.
“Prossiga, Lihac”.
“A missão foi um fracasso senhor, Kazhuz e seus homens foram exterminados pelos servos do falso imperador”.
Uma torrente de obscenidades jorrou dos lábios de Lithronax, fazendo com que os servidores e demônios conectados aos sistemas da ponte se encolhessem.
Momentos depois, Lithronax ordena a Lihac que assuma o comando e se retira para sua câmara a fim de pensar numa forma de se vingar daqueles malditos. “Ao menos as mortes deles servem como um sacrifício a Khorne” pensou Lithronax.


No strategium do cruzador Sombra do Traidor, Marines da Legião Alpha comtemplam o novo fracasso dos World Eaters e ponderam sobre as próximas ações a tomar. As coisas definitivamente não estão correndo de acordo com o planejado.
"Fé no Imperador e um bolter carregado, do que mais se precisa?"
Ditado imperial.
Antonio
Civilian
 
Posts: 21
Joined: 07 Oct 2009, 12:39
Location: Grajaú - Rio de Janeiro - RJ

Re: Assassinato

Postby castello » 22 Dec 2015, 22:14

Muito bom o Battle Report está legal, mas está mais para um conto, e como conto está perfeito!!!!
A doença só aumenta.....

35.000 de Space Marines e crescendo....
8.000 de Orcs
4.500 de Grey Knights
2.500 de Beastmen
User avatar
castello
Sergeant
 
Posts: 506
Joined: 29 Jul 2009, 21:49

Re: Assassinato

Postby Antonio » 23 Dec 2015, 17:01

Valeu. Eu gosto de fazê-los dessa forma, como contos. Dá mais cor à história. Só falta eu aprender como postar fotos, pois ambas as escaramuças foram fotografadas.
"Fé no Imperador e um bolter carregado, do que mais se precisa?"
Ditado imperial.
Antonio
Civilian
 
Posts: 21
Joined: 07 Oct 2009, 12:39
Location: Grajaú - Rio de Janeiro - RJ

Re: Assassinato

Postby Antonio » 24 Dec 2015, 20:55

Coloquei as fotos da primeira escaramuça, Qual era mesmo a missão? na página do Warhammer Brasil do facebook. Caso queiram ver, estão lá. Assim que puder posto as fotos de Assassinato.
"Fé no Imperador e um bolter carregado, do que mais se precisa?"
Ditado imperial.
Antonio
Civilian
 
Posts: 21
Joined: 07 Oct 2009, 12:39
Location: Grajaú - Rio de Janeiro - RJ


Return to Battle reports

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron