A Maldição do Nauglamír [LOTR SBG]

Espaço para relatórios de suas batalhas.

A Maldição do Nauglamír [LOTR SBG]

Postby IronLich » 20 Apr 2015, 12:17

Esse sábado dia 18 jogamos duas partidas de LOTR/Hobbit SBG (divido o nome agora pois foram utilizadas miniaturas lançadas em ambos os períodos) - para quem não conhece, o Hobbit SBG nada mais é que uma atualização do sistema do Antigo LOTR SBG, com novas regras potencializando heróis e monstros. De uma maneira geral, no entanto, o sistema ainda é o mesmo.

No entanto, na hora eu li as regras de deployment e término dos cenários errado! Logo, terça-feira devemos fazer novas partidas, dessa vez da maneira correta. O que não é um grande problema, dado que o sistema é bom demais. :) Nessas partidas, estreei diversas miniaturas novas - Thror, Thrain, e Dwalin, além dos Grim Hammers com um pequeno recap, e os Dwarf Rangers.

O recap é que as regras dos Grim Hammers como lançados pela GW não me agradam. Sua armadura é tão elaborada - na verdade, até mais elaborada - que os Khazad-Guard, além de custarem o mesmo preço [11 pontos], com seus machados-de-arremesso. Porém, GW achou que deveriam apenas ter S3 e D6, ao invés de S4 e D7 como os Khazad-Guard [que em adição a isso tem a regra Bodyguard]. Para emparelhar ambas as tropas, decidi usar os Grim Hammers com S4 e D7 por 13 pontos a unidade - deixando-os como tropas que ficam entre os Khazad-Guard e os Iron Guards [essecialmente, casando o stat do Khazad-Guard com Armas de Arremesso - porém, sem a regra Bodyguard].

Guerreiros de Elite de Linha, aí sim, complementando os Khazad-Guard - guarda-costas dos reis anões, e os Iron Guards como defensores das rotas comerciais, essencialmente Rangers de Elite. Algo assim.

Leon, comandando os elfos, tinha em suas linhas Galadriel, e também Gil-Galad [usando a miniatura de Círdan].

Dito isso, ao BR.

***

Estava Morto Elu Thingol, Rei de Doriath.

Do Nauglamír amaldiçoado - tanto por Mîm o Anão-Pequeno, tanto quanto por Húrin - e retirado do antigo tesouro de Nargothrond; e acoplado a Silmaril recuperada por Beren; a Maldição causara a morte de Thingol nas mãos dos anões de Nogrod, artífices que realizaram a união das grandes artes de anões e elfos, e criando assim um objeto de desejo tão ensurdecedor que levaria a violência e ao assassinato do Rei. Mesmo com a fuga dos anões sendo repetidamente acossada pelos elfos de Doriath, alguns dos artífices presentes durante a discussão que levaria a morte do Rei Elfo conseguiram escapar do Reino Protegido, e retornar à cidade anã de Tumunzahar - a Nogrod sob as Montanhas Azuis.

Grande fora a tristeza dos elfos, pois também Melian, a Maia, abandonou Doriath e encerrou seu encanto protetor. Mas maior fora a fúria dos anões, que sentindo-se roubados de seu pagamento adequado, alé de traídos pelos elfos, armaram-se em uma grande hoste, e desceram as montanhas prontos para exigir sua recompensa em sangue. Perante tal hoste - a mesma que quase abatera o dragão Glaurung na Grande Batalha - os elfos de Doriath fugiam e evitavam o combate. Tal displicência veria os anões chegarem à capital, Menegroth, sem oposição alguma.

E em Menegroth retomariam o Nauglamír e saqueariam a cidade élfica das Mil Cavernas. Grande fora a destruição e o morticínio causado pelos Anões, que então saciados, e carregados de saques, abandonam a Menegroth destruída. Perante os portões escondidos de Menegroth, no entanto, finalmente os elfos de Doriath decidem rechaçar aos invasões. Os Anões, carregados com seu butim, são emboscados pelos guerreiros que haviam se escondido no interior de Menegorth durante o saque, e por cavaleiros e arqueiros que aguardavam nas florestas pelos anões.

Afinal, lutar com anões em cavernas seria suicídio, mas na superfície os naugrim estariam mais vulneráveis às flechas dos eldar.

***

To the Death!

Os anões são acuados ao deixarem Menegroth, por um grupo de guerreiros que rapidamente os perseguem para fora da cidade. Cavaleiros e arqueiros preparam-se para enfrentá-los. Os cavaleiros élficos lançam-se rapidamente contra a linha armada dos anões, tentanto obter rapidamente o estandarte de seus inimigos - um dragão que balança aos ventos.
Image

Arqueiros e Rangers anões tomam posição sobre a pequena colina, enquanto a linha de combate dos anões se preparara para rechaçar os cavaleiros élficos. Mesmo que expostos às flechas élficas vindas das colinas ao norte, os Anões não as temem dentro de suas couraças.
Image

Os cavaleiros élficos logram derrotar alguns anões, mas a perda de seu momentum ao adentrar as linhas dos naugrim os deixam muito expostos - e os Anões descem seus machados com efeitos terríveis, decapitando cavalos e cavaleiros com facilidade. Thrain esmaga os joelhos do cavalo, e o peito do porta-estandarte que o cavalgava. Flechas voam contra as costas das linhas dos anões, mas poucos morrem, e os Grim Hammers flanqueam o porta-estandarte para protegê-lo das flechas inimigas.
Image

Dwalin, liderando os rangers, avança sobre os elfos comandados por Gil-Galad. No entando, evita ao Rei élfico, aguardando o avanço inexorável de Thror sobre os flancos dos elfos, em menor número. Avançando com terríveis marteladas, Dwalin atravessa a linha élfica para também abater ao porta-estandarte. Thror avançaria para combater a Gil-Galad - mas é derrotado. A lança mágica do elfo é capaz mesmo de atravessar a armadura de mithril do rei anão - com dois ferimentos. O Nauglamir que o Rei dos Anões porta o protege de um dos golpes, mas sua maldição faz com que a sorte o abandone contra o segundo golpe, que o fere profundamente. [Thror e sua Arkenstone, salvando o primeiro e falhando a outra rolagem de destino.]
Image

Encerramos aqui a primeira batalha - como já disse, li errado a duração suposta da partida. :oops: Nesse ponto, os anões tinham 3 pontos [o inimigo havia perdido todos seus estandartes e os anões ainda contavam com 1] enquanto os elfos haviam feito 1 ponto ao ferir o líder dos anões [Gil-Galad ferindo a Thror].
Image
Image
User avatar
IronLich
Captain
 
Posts: 2134
Joined: 29 Jul 2009, 18:53
Location: Campo Largo - PR

Re: A Maldição do Nauglamír [LOTR SBG]

Postby IronLich » 20 Apr 2015, 12:46

Take and Hold

Escapando, os anões continuam a marchar em direção a Nogrod, aonde certamente serão recebidos com amplas festividades por terem sucesso ao vingar seus artesãos e os insultos dirigidos pelos elfos. Sua marcha atravessa as fronteiras de Doriath, e chegam aos campos onde uma vez viveram os elfos de Ossiriand. As Ered Luin já estão a vista, e Thror já imagina o sabor dos ricos banquetes e o poder que seu butim lhe valerá entre os Senhores Anões - especialmente sobre seus irmãos em Belegost, mais ao norte.

Porém, os elfos preparam uma nova emboscada, atacando incessantemente a marcha dos anões. Afim de guardar a salvo a maior parte to butim, os anões espalham diversos grupos de baús, sacos e caixas repletas de ouro obtido do Saque de Menegroth. Uma vez derrotados os elfos, retornariam aos tesouros antes de retomar a longa marcha.

***

Thrain observa e fecha suas linhas ao notar o avanço rápido dos cavaleiros élficos perante sua linha, suspeitando que eles cavalgaram direto contra-si. Prepara-se para liderar seus guerreiros em uma contra-carga.
Image

Os anões novamente preparam-se sobre a coline próxima, mas dessa vez estão mal posicionados. Arqueiros armados não se posicionam perante os rangers com seus arcos mais longos porém vestidos de armaduras mais simples.
Image

Os elfos preparam-se em uma extensa linha de arqueiros, perante Thror, cujos guerreiros já guardam alguns lotes do butim. Notando que perante a barragem constante seriam todos mortos, Thror ordena seus guerreiros que marchem contra os arqueiros élficos, deixando três de seus Grim Hammers para proteger o tesouro.
Image
Image

Um elfo solitário decide avançar contra os anões, e com algum sucesso, efetivamente segurando a linha de Thrain e desorganizando os anões, que temem por um ataque dos cavaleiros em seus flancos. Porém, os cavaleiros élficos já estão longe, disparando seus longos arcos contra os Grim Hammers que protegem os barris cheios de prata ao invés de avançarem contra os anões. Tomam um dos lotes escondidos na floresta.
Image
Image

Muitos rangers são mortos pelas flechas certeiras dos elfos, e Thror e Thrain ambos declaram marchas heróicas para avançarem o suficiente contra os arqueiros élficos - caso contrário, teriam de avançar sobre a chuva terrível dos elfos. Os Grim Hammers tentam retrucar com seus machados arremessados, mas logo Galadriel brande sua mão e uma luz ofuscante cobre os elfos, impedindo que grandes baixas sejam sofridas.
Image

E enfim as linhas se chocam. Os guerreiros de Gil-Galad avançam sobre o flanco direito da formação de Thror, enquanto Thrain avanaça sobre o flanco direito dos elfos. Seus golpes terríveis abrem caminho entre os elfos, e por um momento se encontra próximo à Galadriel, e determinado a alcançá-la. Thror também tenciona atravessar as linhas élficas, mas com pouco sucesso - seus golpes sendo habilmente desviados pelas lâminas élficas.
Image

Gil-Galad, no entanto, desvia-se com dois guerreiros para tentar derrotar a Dwalin antes que este e seus poucos rangers sobreviventes possam alcançar ao combate principal. Gil-Galad, no entanto, tem sucesso a vencer os rangers - assim como Dwalin sobrepõe os elfos. Logo estão travados em um combate terrível.

Image
Os cavaleiros élficos enfim decidem avançar contra os Grim Hammers, mas é tarde demais.

Novamente dado a meu erro, a partida acaba mais cedo do que deveria. Nesse ponto, os elfos detêm 10 pontos enquanto os anões apenas têm 8 pontos. Ambas as partidas iriam mais longe. :) Mas temos já marcado um novo tira-teima entre elfos e anões.
Image
Image
User avatar
IronLich
Captain
 
Posts: 2134
Joined: 29 Jul 2009, 18:53
Location: Campo Largo - PR

Re: A Maldição do Nauglamír [LOTR SBG]

Postby paladinoerrante » 20 Apr 2015, 18:30

Muito legal e empolgante!!! Por favor continue...
User avatar
paladinoerrante
Sergeant
 
Posts: 433
Joined: 13 Jan 2010, 16:26


Return to Battle reports

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron